Peça desculpas, não peça permissão – por André Hotta | CEO Origem by Darwin

Este é um dos lemas na Origem by Darwin: “Peça desculpas, mas não peça permissão.” E o que isto significa?

Significa que no nosso time temos pessoas pró-ativas e muito bem alinhadas com o propósito, cultura e visão. O resto nós deixamos cada um ser livre para fazer o seu trabalho, reduzindo ao máximo colocar bloqueios, burocracias e limites.

Simplesmente confiamos que a pessoa vai sempre tomar a decisão que ela acha que é a melhor para a empresa. Mas se algo der errado nós sentamos e aprendemos com os erros. A pessoa responsável assume a responsabilidade, pede desculpas, traçamos um plano de ação e crescemos juntos.

Errar é comum e sempre vamos errar durante nossa trajetória. Condenar quem erra, apenas cria uma cultura de medo que acaba matando o aprendizado e a inovação. Mas isto só é possível com a construção de uma cultura de autonomia, comprometimento, confiança e transparência radical.

Aqui na Origem praticamos a escuta ativa e feedbacks constantes e estruturados. Entendemos antes de criticar, elogiamos na frente de todos e repreendemos no particular. Aqui a melhor ideia sempre vence, independente do cargo.

E se você quer ser um empreendedor de sucesso, você terá que aprender a contratar as pessoas certas para as atividades certas e deixá-las fazerem o seu trabalho.

Pense comigo, se você contratar pessoas para elas terem que pedir permissão quando elas forem executar algo ou tentarem algo novo, você se tornará improdutivo. Pois, o seu trabalho será somente controlá-las e fazer micro-gerenciamento. Steve Jobs uma vez falou

“Nós contratamos pessoas inteligentes para que elas nos digam o que fazer”.

Então, deixe que seus sócios e colaboradores não peçam permissão, e sim peçam desculpas. Se você não está conseguindo fazer isto na sua empresa, talvez seja melhor você:

  • Trabalhar o auto-conhecimento, pois você ter certos bloqueios como, por exemplo, insegurança, traumas passados ou ego elevado;
  • Analisar a cultura da sua empresa, pois ela pode estar contaminada e enraizada.

Quer saber mais sobre esse assunto? Entre em contato com nosso time e mande suas dúvidas para a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja nossos outros posts :)

Estamos só começando.

Sua Evolução começa aqui.

Se inscreva para acompanhar :)